24 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal

Perfil do Administrador

Marcos Paulo Alves da Silva, ou Marquinhos da Administração, como é mais conhecido, é nascido em Brasília. Chegou em Candangolândia em 1985, oriundo da 4ª Avenida do Núcleo Bandeirante, aos 11 anos de idade. Ausentou-se da cidade em apenas duas ocasiões: em 1992 quando foi estudar nos Estados Unidos pelo período de um ano, e em 2002, quando casou-se e foi morar no Núcleo Bandeirante, retornando à cidade em 2006, para a sua atual residência na QR0. Casado com Michelle, pai de 2 filhos: João Vítor e Paola, é Bacharel em Letras/Tradução pela Universidade de Brasília – UnB e pós-graduado em Planejamento e Orçamento Público pela União Brasileira de Faculdades – UniBF. Está fechando um ciclo de 25 anos a serviço do Governo do Distrito Federal. Serviu primeiramente ao Metrô/DF por 10 anos e em 2004 prestou concurso para a carreira de Administração Pública do GDF sendo convocado para assumir o cargo de Gestor em Políticas Públicas e Gestão Governamental na Administração Regional da Candangolândia. Desde a época do Administrador Hermeto até o dia 25 de julho de 2023, quando foi nomeado pelo Governador Ibaneis Rocha para o Cargo de Administrador Regional, Marquinhos assessorou todos os Ex-Administradores Regionais, sempre com destaque para o seu perfil técnico. Ao longo desses anos ele ocupou as mais variadas funções dentro da Administração Regional da Candangolândia. Foi Gerente de Orçamento e Finanças, Gerente de Administração, Chefe da Assessoria de Planejamento, Diretor de Administração Geral, Chefe do Núcleo de Material e Patrimônio, Chefe de Gabinete e mais recentemente, ocupava o cargo de Coordenador de Administração Geral, responsável por administrar todos os recursos, contratos, aquisições e pagamentos do Órgão.

Profundo conhecedor da história da Candangolândia, ao longo de sua vida profissional e paralelo às responsabilidades administrativas do cargo que ocupa, por anos Marquinhos realizou estudos e pesquisas com o objetivo de resgatar a importância da cidade no contexto da construção de Brasília. Hoje, esse trabalho realizado é sintetizado na trilha Pirá-Brasília, que resgata a história da construção de Brasília a partir da Candangolândia, onde Marquinhos é o seu principal guia. Ele apresenta essa relevante parte da história para alunos e comunidade em geral com o objetivo de engrandecer a Candangolândia na construção da nova capital e no desenvolvimento do Brasil Central.

"A trilha recebe o nome de uma espécie endêmica de peixe, a Simpsonichthys boitonei, descoberta por José de Buitoni, na década de 1950, período da construção de Brasília. O Pirá-Brasília, que consta na lista dos animais vulneráveis à extinção, foi descoberto no córrego Guará, exatamente na região da Candangolândia, onde o corpo hídrico passa".

 

Mapa do site Dúvidas frequentes